Ciências Contábeis

ciências contábeisCIÊNCIAS CONTÁBEIS: ATIVIDADE QUE NÃO PARA DE CRESCER

O curso de Contabilidade ainda é um dos mais procurados pelos estudantes que desejam concluir o nível superior. Conforme o Conselho Federal de Contabilidade, são mais de 490 mil profissionais registrados e mais de 82 mil escritórios. As atividades contábeis crescem continuamente no país. A região Sudeste em primeiro lugar, seguida das regiões Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte.

Mercado de trabalho

Uma das razões que permitem que a profissão de contador seja sempre requisita e cresça continuamente é a necessidade de enviar informações à Receita Federal. A área tributária, em especial, precisa de profissionalização qualificada. Além disso, os especialistas em ciências contábeis são fundamentais na elaboração de estratégias de negócios e avaliação dos relatórios gerenciais.

Contador ou contabilista? TOC ou ROC?

Antigamente, o nome dado aos profissionais em ofício técnico era “guarda-livros”. Depois, passou a chamar-se “contador”. Em Portugal, no entanto, esse termo já está em desuso, sendo utilizada a designação “contabilista”, independente do nível acadêmico. Para fins profissionais, contudo, existem diferenças entre contabilistas certificados (“técnicos oficiais de contas”, ou TOC, até o ano passado, 2015) e revisores oficiais de contas (ROC). Aos contabilistas oficiais cabe à função propriamente dita de executar a contabilidade; aos revisores oficias de contas cabe à função de revisar, considerando a certificação legal das contas (auditoria de base legal). O termo “contabilidade” deriva de “contabilità”.

Ciências Contábeis e Gestão de Conhecimento

Os escritórios de contabilidade têm uma relação muito estreita com a Gestão de Conhecimento. Gestão de Conhecimento é um processo cujo objetivo é identificar, criar, aplicar conhecimentos estratégicos no dia a dia de uma organização, aproveitando disciplinas ligadas à gestão estratégica, como sistema de informação, TI, marketing, etc.

Os escritórios de Ciências Contábeis podem oferecer um modelo de Gestão de Conhecimento que os ajude a tomar as medidas mais acertadas em relação aos seus clientes, fornecedores, concorrentes, ciclo de vida dos serviços, administração de dados, agregação de valor.

Os profissionais em contabilidade precisam adotar estratégias que favoreçam a resolução de problemas, a superação de crises e obstáculos, a exploração de oportunidades e a melhor forma de investir em “capital humano”, fundamental em qualquer atividade.

Faculdades de Ciências Contábeis

Ciências Contábeis é um dos cursos mais ofertados em universidades, sejam elas públicas ou privadas. As universidades federais oferecem o curso em sua grade, bem como a maior parte das universidades estaduais. Existem também universidades mais especializadas na área, que oferecem curso de Ciências Contábeis ao lado de cursos de Administração e Marketing. A nova tendência de universidades virtuais também envolve os cursos de Ciências Contábeis. É uma forma prática e cômoda de cursar Contabilidade.

Vejas esse vídeo com algumas dicas.

Ciências Contábeis ou Contabilidade?

               Os termos “Ciências Contábeis” e “Contabilidade” são usados indiferentemente para designar a mesma atividade. Porém, “Contabilidade” é mais antigo e, geralmente, refere-se aos profissionais técnicos na área. Com o advento e a necessidade de cursos superiores para as diversas áreas do conhecimento humano, desenvolveu-se a expressão “Ciências Contábeis” para designar o estudo mais aprofundado da área financeira, das ferramentas utilizadas para desenvolver esse trabalho, dos melhores recursos e estratégias para desenvolver a atividade. Trata-se de um conhecimento científico apurado, que corresponde a um nível superior que valoriza mais a classe de profissionais.

É formado em Ciências Contábeis? Tem curso técnico e pretende fazer um curso específico de nível superior na área contábil? Conte como está exercendo suas funções de contabilista! Faça seu comentário!

ciências contábeis a distânciaPOR QUE ESTUDAR CIÊNCIAS CONTÁBEIS?

Vale a pena estudar Ciências Contábeis? Existe mercado de trabalho promissor para os profissionais dessa área? As empresas ainda procuram os serviços dos contabilistas?

Estatísticas do Conselho Federal de Contabilidade

Conforme o CFC (Conselho Federal de Contabilidade), o registro de contabilistas aumenta a cada ano. Isso significa que a profissão ainda é bastante requisitada por estudantes e que o mercado de trabalho comporta a atividade. As estatísticas comprovam que existe cerca de meio milhão de contabilistas atuantes no país. O curso de Ciências Contábeis é um dos que mais crescem no Brasil.

Ciências Contábeis e Direito

O curso de Ciências Contábeis permite que a pessoa mergulhe na área jurídica e aprenda mais sobre legislação brasileira, seja no campo tributário, comercial ou trabalhista. É uma forma de aproximar o contabilista do advogado em nível de conhecimentos. Além disso, o contabilista, dependendo de seu interesse, poderá aprofundar-se ainda mais no Direito, explorando outras áreas e habilitando-se em temas paralelos.

Ciências Contábeis e Matemática

A Matemática é uma das ciências mais valorizadas, devido à sua importância para o desdobramento de outras disciplinas, como Física, Astronomia, Química e até História, Geografia e Biologia. Além disso, a Matemática contribui bastante para o desenvolvimento social, sendo aplicada em diferentes ramos da construção, como Engenharia e Arquitetura. O cálculo é muito importante para as atividades humanas em geral. Dessa forma, a Matemática Financeira, muito usada na área contábil, é fundamental para o mundo dos negócios em qualquer região. A Matemática Financeira é um ramo da Matemática voltado para o campo mais prático, para as atividades comerciais, bancárias, administrativas. Envolve assuntos muito corriqueiros nas transações, como juros simples e compostos, porcentagem, cálculo de variáveis, etc.

Ciências Contábeis e Economia

Impossível não associar Ciências Contábeis à Economia. O contabilista pode tornar-se um importante economista. Inclusive, com sua formação em Ciências Contábeis, ele disporá de uma base sólida para cursar a Faculdade de Economia. As exigências de sua atividade levam o profissional em Contabilidade a se inteirar de muitos assuntos relacionados à economia nacional e mundial.

O bom contabilista está preparado para passar informações pertinentes ao seu cliente, esclarecendo-o, inclusive, sobre os melhores momentos de aplicar capital em determinado investimento ou efetuar alterações em seus negócios.

 

Ciências Contábeis e Auditoria

               O contabilista também está preparado para proceder a fiscalizações e análises, ajudando gestores de qualquer empresa a tomar decisões e traçar estratégias e planejamento. O profissional de Ciências Contábeis estuda Auditoria, Análise das Demonstrações Contábeis e Perícia. Está, portanto, preparado para produzir laudos e relatórios e avaliá-los conforme os melhores critérios, respeitando o caso de cada cliente.

Consultoria especializada

Em virtude das diferentes e importantes atribuições do contabilista, é muito comum a existência de empresas consultoras em contabilidade. Essas empresas prestam serviços de assessoria a outras pessoas jurídicas, passando informações sobre regimes tributários e ajudando-as na hora da escolha, coordenando suas atividades, efetuando o balanço, orientando na gestão do fluxo de caixa e das finanças em geral, emitindo e interpretando relatórios e diversas outras coisas.

As consultorias contábeis estão espalhadas pelo país, acessíveis principalmente através da internet, oferecendo serviços personalizados a preços módicos. É uma opção para pessoas jurídicas que não possuem contabilistas em seu quadro de funcionários, mas podem contratar serviços terceirizados de alta qualidade.

As Ciências Contábeis sempre serão importantes no mundo dos negócios! O que pensa sobre Ciências Contábeis? Faça seu comentário, registrando sua opinião nos espaços abaixo!

A CIÊNCIA DAS CONTAS

Da mesma forma que existem as Ciências da Natureza, as Ciências Humanas e as Ciências Exatas, existem as Ciências Contábeis, que envolvem o mundo dos negócios e das finanças. As Ciências Contábeis também fazem parte das Ciências Humanas, já que são utilizadas pelos homens em seus negócios e estão relacionadas a vários aspectos da sociedade, inclusive à Economia e Administração.

E a Matemática Financeira, não é uma ciência exata?

A Matemática sempre foi considerada ciência exata, mas quando se trata de negócios, apesar de que a exatidão e precisão também são necessárias, há certa maleabilidade quanto aos resultados, existem adaptações e ajustes. Mas, não se pode deixar de admitir a importância da exatidão em certos aspectos das Ciências Contábeis, pois isso garante a redução dos riscos e a garantia do lucro.

E o Homem aprende a contar…

A Contabilidade é uma ciência antiga, surgiu basicamente com a Matemática, ou desenvolveu-se através dela. Há registros contábeis originados da civilização suméria que são considerados os mais antigos, cerca de 2.000 a.C.  Mas, ela foi certamente praticada em todas as civilizações, grandes e pequenas. José do Egito, por exemplo, Primeiro-Ministro do Faraó, pode ser considerado um grande administrador e implacável contabilista que, mesmo durante a crise econômica que prevaleceu durante a seca, conseguiu adquirir todas as terras do país para o Estado.

As Ciências Contábeis desenvolveram-se das necessidades do mercado baseado na troca de mercadorias, como forma de definir o valor de determinado produto em relação a outro e a quantidade de mercadorias que cada um possuía (mensuração da riqueza).

Leonardo Fibonacci e as Ciências Contábeis

Leonardo Fibonacci (1170 – 1250), ou Leonardo de Pisa, matemático italiano famoso por sua Sequencia de Fibonacci, escreveu a obra “Liber Abaci”, que defende a importância prática do sistema dos algarismos arábicos e sua utilidade para a contabilidade comercial, sendo utilizado com eficiência na conversão de pesos e medidas, no cálculo de juros, nas taxas de câmbio e outras aplicações financeiras. Dessa forma, ele explorou de forma empírica e decisiva as Ciências Contábeis. Também escreveu outro livro, hoje perdido, chamado “Di Minor Guisa”, sobre aritmética comercial.

O Monge e a Contabilidade

Já no século XV, Luca Bartolomeo de Pacioli, monge franciscano e matemático italiano, escreveu uma obra chamada “Coleção de Conhecimentos de Aritmética, Geometria, Proporção e Proporcionalidade”, com um capítulo inteiro dedicado às Ciências Contábeis: “Particulario de computies et scripturis”. Nesse capítulo, o monge foi o primeiro a descrever a contabilidade de entrada dupla, denominado de “Método Veneziano” ou “Método das Partidas Dobradas”. Luca Pacioli é considerado, por causa de sua contribuição às Ciências Contábeis, de “Pai da Contabilidade”.

O Método das Partidas Dobradas

O Método das Partidas Dobradas é o sistema-padrão utilizado pelas empresas para registrar suas transações financeiras, considerando que os resultados das operações são melhores representados por variáveis diferentes: as contas. Cada conta representa um aspecto do negócio como um valor monetário. Assim, cada transação financeira tem seu registro na forma de entradas em, no mínimo, duas contas (sendo que o total de débitos deve equivaler, financeiramente, ao total de créditos).

O Método das Partidas Dobradas foi declarado obrigatório para os gestores públicos do país (artigo 86 da Lei 4.320 de 1964).

Método aplicado no Brasil

               No Brasil, existe um modelo esquemático, conhecido como “razonete”, em que as contas recebem o nome de “Contas T”, por causa da semelhança com a letra T quando os campos de débito e crédito, sempre dispostos lado a lado, estão vazios. As transações consistem, via de regra, em duas entradas: uma de crédito e outra de débito (dupla entrada).

Já conhecia a história das Ciências Contábeis? O que pensa sobre o Método das Partidas Dobradas? Como lança suas contas nos livros? Deixe seu comentário sobre o assunto!

 A IMPORTÂNCIA DOS PROFISSIONAIS EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS  NA ERA DIGITAL

Muitos se perguntam se ainda vale a pena estudar Ciências Contábeis, em vista das novas profissões que vão surgindo. Ou, talvez, se perguntem se o profissional em Contabilidade ainda é necessário em uma sociedade tecnológica, com ferramentas e softwares que fazem tudo que as pessoas precisam.

 

A Contabilidade ainda mantém sua importância

O profissional em Ciências Contábeis (contador ou contabilista) mantém sua importância no mercado de profissões e suas atividades ainda são muito requisitadas. Mais e mais pessoas formam-se em Contabilidade a cada ano.

O que faz um contador?

O profissional em Ciências Contábeis exerce várias atividades, desde orientar o planejamento tributário, a abertura de uma empresa e seus processos burocráticos até manter uma visão global de todo o cenário financeiro da entidade, ajudando na gestão dos negócios (inclusive no controle do fluxo de caixa, registro das transações e balanço patrimonial) e favorecendo a tomada de decisões.

Portanto, o contabilista ainda desempenha papel fundamental em nossa sociedade, tendo se ajustado à nova era de tecnologias avançadas e utilizando-se delas para aprimorar ainda mais seu trabalho de suporte às empresas.

Ciências Contábeis e escrituração digital

Acompanhando a evolução das coisas, a forma pela qual é feita a escrituração contábil também apresentou mudanças. O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), que foi implantado pela Receita Federal através da Instrução Normativa 787/2007, modernizou a forma de registro dos livros contábeis.

O Sped é, na verdade, um software que a Receita Federal disponibiliza para as empresas com a finalidade de que elas registrem informações fiscais, contábeis e previdenciárias e as enviem à própria Receita. O Sped serve, igualmente, para o registro dos livros contábeis, comerciais e fiscais e das demonstrações contábeis que são geradas a partir da escrituração. O arquivo digital é gerado a partir de uma base de dados, informando todos os documentos importantes, tanto de natureza federal quanto estadual.

O sistema envolve ECD (Escrituração Contábil Digital), Escrituração Fiscal Digital (EFD), Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), Nota Fiscal de Serviços Eletrônicos (NFS-e), Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e), Livro Eletrônico de Escrituração e Apuração do Imposto sobre a Renda e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido da Pessoa Jurídica Tributada pelo Lucro Real (e-Lalur) e a Central de Balanços.

O sistema é obrigatório para todos os contadores, tanto os que executam serviços terceirizados quanto aqueles que são responsáveis junto à empresa.

Contabilidade online

Para confirmar que as Ciências Contábeis continuam bastante ativas na era digital e estão acompanhando toda a tecnologia atual, existe o suporte contábil online para empresas. Tecnologias implantadas pelo fisco e Sistemas de Gestão Integrada (ERPs) podem oferecer serviços de gestão de documentos em nuvem, aperfeiçoando a relação do profissional em Contabilidade com seu cliente.

O contador usufrui, através de softwares e plataformas específicas, de um contato mais estreito com seu cliente, garantindo maior integração na informação e segurança quanto aos documentos. Trata-se de substituir o recebimento de documentos e a digitação de natureza física pelo recebimento e digitação de natureza automatizada e digital.

Além da melhoria da eficácia nos processos, da maior agilidade e segurança otimizada, o contador pode oferecer aos seus clientes serviços com menores custos – fator que, por si só, já é um motivador para a contratação de serviços contábeis pela internet.

Outra vantagem que vale ser ressaltada é a de que o profissional em Ciências Contábeis poderá atender clientes de qualquer região do país ou mesmo de países diferentes, independente de onde seja sua residência física.

As Ciências Contábeis são importantes ainda na sociedade moderna e seu profissional recebe valorização dobrada! Não se esqueça de deixar seu comentário sobre o assunto! Expresse sua opinião!